Confraria do Athlético

Camisa ETA 'Magic Moment' abre festejos dos 50 anos de surgimento do Esquadrão da Torcida Athleticana


Seria  apenas uma bateria, levada aos jogos do Furacão por jovens athleticanos que se reuniam - dia sim, outro também - para assistir os treinos do rubro-negro da Baixada. Porém, bastaram três ou quatro jogos para que decidíssemos levar uma faixa estampando a nomenclatura ETA – Esquadrão da Torcida Athleticana. Jogo a jogo foram sendo moldados expressões, fardamento e algo impensável para uma Curitiba atrasada e sisuda: após sermos roubados pela arbitragem veio o coro que podia representar nossa indignação, fdp, fdp, fdp...

E esse coro tomou conta do estádio e seguiu para toda a cidade. No outro dia foi uma consternação geral. E aqueles meninos que haviam levar uma singela bateria aos jogos do Furacão, fomos convidados a comparecer ao quartel do Exercito e em seguida ao seminário Episcopal, de todos recebíamos as mesmas ressalva, é preciso manter o respeito nos estádios. Parem com esses palavrões, isso está sendo uma vergonha nacional. By Doático Santos

 

Lembranças de um certo mês de dezembro

Refeitos da desclassificaçao do Furacão na Libertadores. Importante que todos saibam: voltaremos em breve!

 

Diretor da Conmebol afirma: 'Não temos nenhuma dúvida de que vamos retomar a Copa Libertadores'

Frederico Nantes diz que entidade estuda com as autoridades sanitárias dos dez países possibilidade de reinício dos torneio continentais. O diretor de competições da Conmebol, Frederico Nantes, foi um dos entrevistados da série “Futebol do Futuro”, do Grupo RBS, e afirmou que as Copas Libertadores e Sul-Americana desta temporada vão terminar. Embora o brasileiro não tenha garantido uma data para reinício ou término das competições, há uma grande possibilidade de ambas acabarem no início de 2021. - Nós não temos a menor dúvida que vamos retomar a Libertadores e a Sul-Americana.

Leia mais...
 

Bola em jogo, Brasil

Futebol brasileiro tem previsão de retorno para agosto, VAR fora do estádio e mais. Veja as medidas estudadas por CBF e clubes. FOX Sports - A exemplo da Bundesliga, o futebol brasileiro estuda maneiras de retomar à normalidade após o período do pico da pandemia do covid-19. Vagner Martins, repórter dos canais FOX Sports, obteve informações exclusivas a respeito do novo protocolo de segurança da CBF para o retorno do futebol e sobre a reunião realizada entre setores da entidade, como doping, serviços médicos e segurança. O repórter do FOX Sports teve acesso aos detalhes de serviços como VAR e exame antidoping, além de como será a organização por parte dos atletas para evitar a contaminação e propagação do vírus. Na próxima segunda-feira (18 de maio) haverá uma nova reunião entre clubes e CBF para darem novos passos rumo ao retorno do futebol no Brasil. Leia mais...

 

Athleticanos (as), home office do Furacão



Dias e dias do combate a pandemia Covid 19, estamos prontos para renovar a jornada pelo título da Libertadores. Dentre as questões de maior importância neste período, de retomada do torneio continental, está o esforço pelo aumento de público nos jogos do Caldeirão. Também, aproveitaremos o tempo em que perdurar isolamento social, cada um em seu quadrado, seremos torcedores (as) home office, pensando e debatendo tudo que for importante para o nosso Furacão.       (Doático Santos)

 

Valeu, Chica!

O Athletico Paranaense  lamenta profundamente o falecimento de Maria Francisca Klosienski, a “Chica”, uma das mais mais fervorosas  torcedoras do nosso Furacão. Maria Francisca tinha 50 anos de serviços prestados ao Clube, sempre com muita competência e sorriso no rosto. Chica deixa muita saudade na comunidade rubro-negra paranaense.

 

Walter pode ser nossa boa novidade na Libertadores

Segundo o preparador físico Robson Gomes, peso ideal para Walter em 2019 era entre 92 e 94 kg. “Estabelecemos que o peso ideal para o começo de Brasileiro fosse entre 92 e 94 kg. Ele jogaria bem com 95 kg, mas fizemos essa margem porque começaria a sequência de jogos na quarta e no domingo e nós queríamos ter essa margem. A partir do momento que tem uma certa idade, o peso ideal pode ser maior do que em anos anteriores. Que não seja muito diferente do peso ideal, mas que o atleta se sinta bem”, disse. Em 2019, o preparador físico trabalhou na recuperação de Walter no Goiás e esperava que ele atingisse o peso da época de Athletico.

Leia mais...
 

Momento Mágico da temporada que passou, já impulsiona nossos novos sonhos


Alegoria Esquadrão da Torcida Athleticana (ETA) não deixa de comemorar as conquistas marcantes em especial os títulos da Copa Sul-Americana e Copa do Brasil, já nos sonhos de conquistar a Libertadores da América. Site novo, 'ETAlibertadores' quer ajudar na motivação da massa athleticana e buscar um forte clima de união e solidariedade entre todos os apaixonados pelo nosso Furacão.

 

Bons ventos pra sacudir o Furacão. Aguarde!


Após festas e mais festa pelo sucesso do momento mágico do Furacão, estamos dando a largada de 2020 com o desejo forte de vitória na Copa Libertadores. Todos são esperados nesta jornada. Este site vai abrigar neste início de temporada o informativo ETA Libertadores

 

Em 20 anos, Arena da Baixada vem se mostrando a grande arma do Athletico, atesta Tribuna do Paraná



Furacão já disputou 576 partidas no estádio desde 1999 e aproveitamento beira os 70%, além de ter sido em casa as maiores conquistas da história. Na última segunda-feira (24), a Arena da Baixada completou 20 anos desde a sua reinauguração, em 1999. Desde então, o estádio se tornou um marco na história do Athletico. Construído em cima do caderno de encargos da Fifa para a Copa do Mundo de 1998, o Joaquim Américo foi levantado do zero e foi o pontapé inicial para a reestruturação do futebol do Furacão, se tornando o estádio mais moderno do Brasil na época e mostrando que o clube estava investindo em estrutura.

Porém, mais do que se tornar um patrimônio e uma referência para vários times, a Arena foi fundamental para o Rubro-Negro dentro de campo. Foi em sua casa que o Athletico alcançou suas maiores façanhas. Apesar de muitos – principalmente aqueles de fora do Estado – relacionarem o bom momento atleticano ao gramado sintético, uma vez que a equipe tem dificuldades jogando fora de casa, essa forte relação atuando diante da sua torcida não é de hoje. Quase sempre foi assim. Os números mostram isso. Nestes 20 anos, considerando apenas jogos oficiais – descartando amistosos, duelos festivos e eventos-testes -, foram 576 partidas na Arena, com 356 vitórias, 129 empates e 91 derrotas, o que dá um aproveitamento de 69,2% dos pontos disputados. Neste período, vieram as conquistas do Campeonato Brasileiro de 2001, da Copa Sul-Americana de 2018, títulos do Campeonato Paranaense e campanhas exemplares em vários torneios.

Em algumas temporadas, o desempenho do Furacão em casa foi impressionante. O melhor deles é justamente o atual ano, com 79,6% de aproveitamento, com 14 jogos, um empate e três derrotas. Algo bem próximo ao de 2001, justamente no ano que levantou a taça do Brasileirão, somando 79,4% dos pontos disputados, com 25 vitórias, seis empates e três derrotas. Em 2005, ano do vice da Libertadores, o retrospecto foi semelhante, com 79%, ganhando 26 vezes, empatando cinco e perdendo quatro. Uma campanha parecida aconteceu em 2004, quando foi vice-campeão brasileiro, somando 78,4% dos pontos disputados, perdendo apenas duas vezes ao longo de toda aquela temporada, vencendo em 22 oportunidades e empatando outras sete.

Leia mais...
 

Santuário da Nação Rubro-Negra

Please wait while JT SlideShow is loading images...
Photo Title 1Photo Title 2Photo Title 3Photo Title 4Photo Title 5

Projeto de Lei de Iniciativa Popular “Libera Cerveja”



DISPÕE SOBRE A VENDA E O CONSUMO DE BEBIDAS NAS ARENAS DESPORTIVAS E ESTÁDIOS NO ÂMBITO DO ESTADO DO PARANÁ.

Art. 1º – Este projeto de lei tem por objetivo regular a venda e o consumo de bebidas nas arenas desportivas e estádios no âmbito do estado do Paraná.

Art. 2º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios localizados no Estado do Paraná será permitida desde a abertura dos portões para acesso do público ao estádio até o final da partida, assim entendido o momento do apito final do árbitro.

Art. 3º – A única bebida alcoólica que poderá ser vendida e consumida em recintos esportivos é a cerveja, sendo proibida a venda e o consumo de quaisquer outras espécies de bebidas alcoólicas, sejam elas destiladas ou fermentadas.

Art. 4º – A comercialização de bebidas nas arenas desportivas e nos estádios somente poderá ser realizada em copos plásticos ou garrafas plásticas, descartáveis, admitido o uso de copos promocionais de plástico ou de papel.

Art. 5º – Cabe ao responsável pela gestão do recinto esportivo definir os locais nos quais a comercialização e o consumo de bebidas serão permitidos.

Art. 6º – É vedada a entrada nas arenas desportivas e nos estádios de pessoas portando qualquer tipo de bebida.

Art. 7º – Fica proibida a venda e a entrega de bebidas alcoólicas, nos locais referidos nesta lei, a pessoas menores de 18 (dezoito), podendo os responsáveis responder civil e criminalmente nos termos da Lei Federal no 8.069, de 13 de julho de 1990, com as alterações da Lei Federal nº 13.106, de 17 de março de 2015.

Art. 8º – O descumprimento do disposto nesta Lei sujeita o infrator às seguintes penalidades, sem prejuízo da aplicação da Lei Federal nº 8.078, de 11 de setembro de 1990:

I – se consumidor, será advertido e retirado das dependências do recinto esportivo.

Art. 9º – Deverão ser colocados avisos em diversos setores das arenas desportivas ou estádios, com as seguintes mensagens: “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”

Art. 10º – As arenas desportivas ou estádios deverão veicular em sistema sonoro ou alto-falante, no mínimo 04 (quatro) vezes durante cada evento, as mensagens “Se beber não dirija, se dirigir não beba” e “ É proibida a venda de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos.”
Parágrafo único: Fica igualmente obrigada a divulgação das mensagens referidas no caput em telões ou letreiros luminosos nos recintos esportivos que disponham de tais recursos.

Art. 11º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Confracap é participação

Twitter & facebook

twitter

Facebook

Galeria Torcedor (a)